Loading...

domingo, 2 de outubro de 2011

Síndrome do Impacto

A Síndrome do Impacto é uma das maiores causas de dor no ombro de adultos, se caracteriza por uma diminuição do espaço subacromial, que resulta em uma compressão das estruturas internas, dentre essas estruturas se encontra o tendão do manguito rotador que é formado por quatro músculos.


Espaço Subacromial (circulado)
Este impacto geralmente ocorre em casos que o indivíduo realiza movimentos acima de 90 graus de forma repetitiva, como por exemplo, atletas de tênis, natação, ou em esportes que exigem arremesso. 

As causas podem ser divididas por fatores intrínsecos e extrínsecos:

Fatores Intrínsecos: São aqueles relacionados com as alterações fisiológicas da estruturas do espaço subacromial como fraqueza muscular, redução da vascularização local, excesso de treinamento (overuse), entre outros.

Fatores Extrínsecos: São aqueles relacionados com o impacto mecânico nas estruturas do arco coracoacromial como as alterações da conformidade óssea do indivíduo.

A- Espaço Subacromial preservado
B- Espaço Subacromial reduzido (Impacto)


Sintomas:

  • Dor (Arco doloroso 70 a 120 graus)
  •  Crepitação (estalidos)
  •  Redução da Força Muscular
  • Edema
  • Redução/Perda da Função (estágio avançado)


Para o diagnóstico da síndrome do impacto, o ortopedista avalia os sintomas e o exame físico do ombro. Exames de Raio X e Ressonância Magnética podem se tornar fundamental para diagnosticar a síndrome e verificar a extensão da lesão.

O tratamento caracteriza-se basicamente por repouso, administração de anti-inflamatórios e fisioterapia com ênfase em analgesia, alongamento e fortalecimento muscular.

Em estágios avançados da Síndrome (Estágio 3 de Neer), torna-se fundamental a intervenção cirúrgica.

Atualmente, atletas profissionais de diversas modalidades realizam tratamentos preventivos, sempre acompanhados por fisioterapeutas e educadores físicos, onde visam basicamente o fortalecimento dos músculos estabilizadores de ombro associado a exercícios funcionais.

Um abraço a todos

Denis 

Nenhum comentário:

Postar um comentário