Loading...

segunda-feira, 21 de março de 2011

Treinamento Funcional

O Treinamento Funcional é um método de treinamento que atingiu uma notoriedade maior nesta última década, sendo utilizado basicamente por Fisioterapeutas e Educadores Físicos.
É um treinamento baseado em movimentos fisiológicos do homem primitivo e que são executados pelo homem moderno, porém as necessidades para executar esses movimentos mudou muito com a evolução do ser humano. Um bom exemplo é lembrarmos que nos primórdios o homem executava funções como "criar" o fogo, movimentar pedras, subir em árvores em busca de alimentação, com isso o homem moderno busca no treinamento funcional uma forma de suprir a ausência de certos movimentos fisiológicos do corpo.










Os objetivos desse método atualmente são:
  • Melhora da performance
  • Aumento da resistência física
  • Aumento de força muscular
  • Prevenção de lesões músculo-esqueléticas

Uma das grandes vantagens, é a possibilidade de atender desde o indivíduo mais condicionado até o menos condicionado, tendo como característica uma esfera dinâmica de treinamento. Atualmente vem sendo preconizado também na reabilitação de lesões músculo-esqueléticas como, hérnias de disco, lombociatalgias, lesões musculares, entre outras.
Um termo muito utilizado e vinculado ao Treinamento Funcional é a palavra “CORE”que é denominada como centro, ou seja, neste caso o treinamento costuma estabilizar e equilibrar a região do Core, que refere-se ao região abdominal e paravertebral os quais possuem diversos grupamentos musculares superficiais e profundos. Buscando trabalhar de maneira equilibrada as valências físicas e evitando que ocorra desequilíbrio entre elas.
Segue abaixo as valências que podem ser objetivadas no treino:
  1. Equilíbrio
  2. Força Muscular
  3. Flexibilidade
  4. Resistência
  5. Coordenação
  6. Velocidade
Em um único exercício deste método são recrutados no mínimo 70% dos grupamentos do corpo e 100% dos músculos posturais, sendo assim, torna-se impossível isolarmos o trabalho em apenas um grupo muscular.
Equipamentos como a Bola Suíça, Medicine Ball (diversas cargas), Elásticos (Thera-Band) e Cones são geralmente utilizados como forma de intensificar a atividade e auxilia na variação de exercícios.


Porém devemos nos lembrar sempre
que a ferramenta  mais importante
 é a CRIATIVIDADE .




Para aqueles que assistiram o vídeo que eu postei em 18/03, onde procuro demonstrar alguns exercícios de fortalecimento de ombros aliado a instabilidade de uma Bola, certamente após visualizarem este vídeo algumas pessoas podem se perguntar:
“Por que executar esses exercícios na Bola, se posso realizar sentado em um banco ou até mesmo na posição ortostática (em pé)?”
De uma maneira simples o que posso afirmar a todos vocês é que quando trabalhamos em um solo instável (como é o caso da Bola Suiça) o grau de dificuldade aumenta de maneira acentuada, pois alem de executarmos o exercício, devemos aliar boa postura e equilíbrio, com isso recrutamos músculos posturais e profundos do nosso organismo e que jamais seriam recrutados se o indivíduo executasse em pé ou sentado num banco, resultando em uma melhora das valências físicas citadas acima.
Portanto, a mensagem final que gostaria de deixar a todos, é que não importa a quantidade de peso que seu paciente ou aluno consiga suportar em um exercício, O QUE IMPORTA REALMENTE É A QUALIDADE COM QUE ELE EXECUTA OS MOVIMENTOS.
Um abraço a todos e em breve estarei postando novos vídeos de treinamento
Denis

Um comentário:

  1. Denão, o seu blog deveria ser leitura obrigatória para as pessoas de todas as idades. Parabéns pelo trabalho.

    O blog é referência no assunto atividade física.

    Abs.

    ResponderExcluir